Prometedor duelo McLaren-Mercedes-Porsche



O Iberian Supercars Endurance está de volta este próximo fim de semana (9 e 10), desta feita no circuito espanhol de Barcelona e com o aliciante de a prova ter a duração de 2 horas, integrando a grelha das emblemáticas 24 Horas de Barcelona by Hankook, numa jornada em que se perspetiva um duelo McLaren-Mercedes-Porsche na discussão da vitória.

Com a temporada a entrar na sua fase decisiva, ou não fosse esta a terceira de quatro jornadas, a corrida no traçado catalão reveste-se de contornos muito particulares, dado que para além da pressão da “caça aos pontos”, pilotos e equipas têm de adaptar-se ao formato da prova, desta vez com duas horas de duração. Tal implica paragem obrigatória nas boxes e reabastecimentos, uma novidade para a maioria dos participantes da Iberian Supercars Endurance, assim como rodar em pista no tráfego que vai ser gerado por mais de quatro dezenas de viaturas GT4, GTC e TCR.

A nível de vitória absoluta em Barcelona, perspetiva-se um duelo McLaren-Mercedes, salvo qualquer grande e inesperada surpresa. Mais em detalhe, pode dizer-se que na Classe GT4 Pro há três equipas na discussão do título, com a dupla da Lema Racing, Manuel Gião/Elias Niskanen (Mercedes AMG GT4), na liderança depois de uma dupla vitória em Portimão. A sua principal oposição vem da SMC Motorsport e da sua dupla do McLaren 570S GT4 formada por Fernando Navarrete e Gonzalo de Andrés, que somam uma desvantagem de 10 pontos. Guillermo Aso/Tomás Pinto, a segunda dupla da equipa apoiada pela McLaren Barcelona que faz alinhar os 570S GT4, também está posicionada na corrida pelo título e já deixou bem claro em corridas anteriores que é sempre uma forte candidata aos lugares do pódio. Depois de ter conquistado dois pódios na jornada de Portimão, o jovem catalão Quique Bordás, no Porsche Cayman GT4 da Garagem João Gomes, irá ter a seu lado desta vez José Carvalhosa, que assim regressa à competição após ter conquistado posições de pódio na temporada transata.

A questão do título na classe GT4 Bronze também está em aberto. Andrius Zemaitis (Porsche Cayman GT4), da equipa ProGT dispõe de um pecúlio de seis pontos face à dupla portuguesa Miguel Cristóvão/Francisco Carvalho (McLaren 570S GT4) da Araújo Competição. Com dois pódios na classe GTC conquistados em Portimão, Álvaro Ramos e Fred Block, no McLaren 570S GT4 Trophy da Araújo Competição, chegam a Barcelona apostados em somar o máximo de pontos possíveis para subir na tabela classificativa, numa prova em que Juan Carlos Arias e Tom Seldon, no Ginetta G50 da JOTA Motorsport, fazem a sua estreia no campeonato.

Com pneus Hankook idênticos e o mesmo BoP, os concorrentes ibéricos vão dividir a pista, como já foi referido, com os participantes nas 24 Horas de Barcelona, entre os quais se encontram o Mercedes-AMG GT4 da sul-coreana AtlasBX Motorsports e o BMW M4 GT4 da checa Senkyr Motorsport, para além de oito viaturas da classe TCR, nomeadamente três CUPRA TCR DSG, dois CUPRA Leon Competición TCR, dois Audi RS3 LMS DSG e um Audi RS3 LMS TCR.

O programa competitivo do Iberian Supercars Endurance tem início na sexta-feira (dia 9), com a realização dos treinos livres (13:00/13:50, hora espanhola), seguindo-se a qualificação (15:45/16:31). No sábado, a partida para as 24 Horas de Barcelona by Hankook está agendada para as 13 horas locais, sendo que pelas 15 horas – quando se completam 2 horas de corrida – será exibida a bandeira xadrez aos pilotos participantes na competição ibérica.